Nosso Blog é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox.

Pesquisar este blog

Carregando...

Total de visualizações de página

Google+ Followers

Perfil

Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Cláudia Andréa Prata Ferreira é Professora Doutora - Categoria: Associado III - do Setor de Língua e Literatura Hebraicas do Departamento de Letras Orientais e Eslavas da Faculdade de Letras da UFRJ.

Translate

Seguidores

sábado, 12 de novembro de 2011

Mensageiros divinos na Bíblia Hebraica

Mensageiros divinos na Bíblia Hebraica

  • Irrael Baboni Cordeiro de Melo Junior
  • Dissertação de mestrado em Língua Hebraica, Literatura e Cultura Judaica (USP)
  • Data da defesa: 20/05/2011.

Resumo: A presente dissertação tem por objetivo a realização de uma análise geral dos mensageiros divinos designados pelo termo malakh relatados na Bíblia hebraica. No texto bíblico o termo malakh é empregado por fazer referência a mensageiros humanos e ainda aos enviados sobrenaturais subordinadas a Deus. Todo o primeiro capítulo é reservado à investigação da etimologia do vocábulo em questão. Com o intuito de discernir nitidamente a relação ou até mesmo a oposição entre mensageiros humanos e divinos, o segundo capítulo trata de diversos episódios bíblicos onde homens exercem a função de mensageiros, não somente como portadores de uma mensagens divina, mas também com funções políticas e diplomáticas. Ainda tratando dessa modalidade de mensageiro, é destacada a presença dos profetas e sacerdotes que a despeito de pertencerem à esfera humana, desempenham a função de mensageiros da divindade. A seguir, o terceiro e último capítulo ocupa-se dos mensageiros divinos propriamente ditos, geralmente traduzidos ou compreendidos como anjos. Neste ponto, interpretações relacionadas à identidade, nomenclaturas e funções são destrinchadas pontualmente. Por fim, a atividade do mensageiro bíblico será analisada ainda à luz dos mensageiros correspondentes da literatura do antigo Oriente Médio.

Nenhum comentário: