Nosso Blog é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox.

Pesquisar este blog

Carregando...

Total de visualizações de página

Google+ Followers

Perfil

Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Cláudia Andréa Prata Ferreira é Professora Doutora - Categoria: Associado III - do Setor de Língua e Literatura Hebraicas do Departamento de Letras Orientais e Eslavas da Faculdade de Letras da UFRJ.

Translate

Seguidores

segunda-feira, 31 de março de 2008

Dei Verbum

Dei Verbum: Há, aproximadamente, quarenta anos, no dia 18 de novembro de 1965, o Papa Paulo VI, dentro do Concílio Vaticano II, promulgava a Constituição Dogmática Dei Verbum sobre a revelação Divina. A Dei Verbum (Palavra de Deus) quer "expor a genuína doutrina acerca da Revelação Divina e de sua transmissão" (DV 1), a fim de que o "tesouro da Revelação" (DV 26) manifeste "o conteúdo profundo seja a respeito de Deus seja da salvação do homem" (DV 2). Nela, a Revelação Divina é apresentada como um processo contínuo de diálogo entre Deus e os seres humanos, que vai desde as origens da aventura humana na terra, até a consumação da História, no fim dos tempos. Mediante esse processo de comunicação de Deus, manifesto de maneira singular na Sagrada Escritura, a história humana torna-se lugar de encontro e de experiência da salvação oferecida sempre e continuamente, por Deus, a todo gênero humano, em Cristo.

Constituição dogmática Dei Verbum sobre a Revelação Divina

PROÉMIO

CAPÍTULO I
A REVELAÇÃO EM SI MESMA

CAPÍTULO II
A TRANSMISSÃO DA REVELAÇÃO DIVINA

CAPÍTULO III
A INSPIRAÇÃO DIVINA DA SAGRADA ESCRITURA E A SUA INTERPRETAÇÃO

CAPÍTULO IV
O ANTIGO TESTAMENTO

CAPÍTULO V
O NOVO TESTAMENTO

CAPÍTULO VI
A SAGRADA ESCRITURA NA VIDA DA IGREJA

Notas

Nenhum comentário: