Nosso Blog é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox.

Pesquisar este blog

Carregando...

Total de visualizações de página

Google+ Followers

Perfil

Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Cláudia Andréa Prata Ferreira é Professora Doutora - Categoria: Associado III - do Setor de Língua e Literatura Hebraicas do Departamento de Letras Orientais e Eslavas da Faculdade de Letras da UFRJ.

Translate

Seguidores

terça-feira, 11 de novembro de 2008

Haroldo de Campos e Martin Buber como tradutores bíblicos

daisycor.indd

Haroldo de Campos e Martin Buber como tradutores bíblicos: semelhanças e diferenças em suas agendas analisadas à luz da Teoria da Relevância.

Geraldo Luiz de Carvalho Neto

CAD. DE TRADUÇÃO - Vol. 2, No 16 (2005): A revista Cadernos de Tradução é uma publicação semestral da Pós-Graduação em Estudos da Tradução (UFSC), publica artigos, resenhas, resenhas de tradução e entrevistas.

Resumo: Este artigo objetiva analisar excertos da tradução do livro bíblico do Qohélet, realizada por Haroldo de Campos (1991), para o português, e por Martin Buber (1997), para o alemão. A análise pauta-se pelos princípios da Teoria da Relevância (Sperber & Wilson, 1986/1995) e pelos trabalhos de Gutt (1992/2000a/2000b) e Alves (2001a/2001b), que aplicam essa teoria aos Estudos da Tradução. Consoante sua agenda tradutória, Campos e Buber aspiram a uma hebraização de seus respectivos idiomas. Em vista disso, torna-se importante investigar semelhanças e diferenças em suas respectivas agendas e sua influência nos respectivos textos de chegada. Conceitos cruciais nesta abordagem são os de codificação conceitual e procedimental, pistas comunicativas e ambiente cognitivo.

Palavras-chave: tradução, Bíblia, relevância.

Ou ainda: Haroldo de Campos e Martin Buber como tradutores bíblicos


Veja ainda:

CARVALHO NETO, Geraldo Luiz de. Haroldo de Campos e Martin Buber como tradutores do hebraico Qohélet: uma análise do produto de segmentos das traduções à luz da Teoria da Relevância. Belo Horizonte, 2004. 165 p. Dissertação (Mestrado em Letras) – UFMG.

Nenhum comentário: