Nosso Blog é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox.

Pesquisar este blog

Carregando...

Total de visualizações de página

Google+ Followers

Perfil

Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Cláudia Andréa Prata Ferreira é Professora Doutora - Categoria: Associado III - do Setor de Língua e Literatura Hebraicas do Departamento de Letras Orientais e Eslavas da Faculdade de Letras da UFRJ.

Translate

Seguidores

sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Cientistas encontram registro 'mais antigo de escrita hebraica'

Caco de cerâmica escavado perto de Jerusalém teria 3.000 anos de idade.


BBC Brasil / G1, em 31/10/2008.


Cinco linhas escritas em um caco de vaso de cerâmica podem ser o exemplo mais antigo da escrita hebraica já descoberto, segundo arqueólogos israelenses.


O caco de cerâmica foi encontrado por um adolescente que participa como voluntário das escavações em um sítio arqueológico vinte quilômetros ao sudoeste de Jerusalém.


Especialistas da Universidade Hebraica afirmam que testes de carbono feitos em caroços de azeitona encontrados na mesma camada indicam que ele data de cerca de 3 mil anos atrás - mil anos a mais do que as Escrituras do Mar Morto.


Outros cientistas, no entanto, afirmam que são necessários mais estudos para provar se a escrita é realmente hebraica.


As primeiras investigações sobre a escrita do caco encontrado em julho passado decifraram algumas palavras, entre elas "juiz", "escravo" e "rei".


As letras parecem ter sido escritas em caracteres precursores do alfabeto hebraico.


Rei Davi

O arqueólogo Yosef Garfinkel, que está liderando a pesquisa, identificou o alfabeto com base em um verbo de três letras que significa "fazer" e que seria usado apenas em hebraico.


O fragmento de cerâmica e outros artefatos foram encontrados no sítio de Khirbet Qeiyafa, sobre o Vale de Elah, onde a Bíblia afirma que o israelense Davi lutou contra o gigante filisteu Golias.


Segundo o arqueólogo, as descobertas podem trazer alguma luz sobre o período do reinado do Rei Davi.


Mas outros arqueólogos afirmam que outros povos usavam os mesmos caracteres, e as palavras podem ter sido inscritas por filisteus ou até outro grupo já esquecido.


Ainda assim, este é o exemplo mais antigo de escrita neste alfabeto em particular.


Nenhum comentário: